Posts com a seguinte categoria: ‘ AppleTV

iTunes, AppleTV e a organização de seus arquivos…

Para usuários de Mac de longa data o iTunes é um aplicativo que faz parte da história (2001 manda lembranças). Muito antes dele ser o software oficial e obrigatório para a sincronização de arquivos entre iPod’s, iPad’s e iPhone’s. Para estes usuários, o rumo tomado pelo iTunes foi natural ao longo do tempo e ele pode ser considerado o ponto-chave da estratégia da Apple em tornar o computador pessoal em um “hub digital”, mas esse assunto fica para outro post, o foco agora é organização de arquivos no iTunes e a importância disso para uma correta visualização em seus devices, como por exemplo, a AppleTV.

Boa parte dos usuários Windows reclamam do fato de que para se ter um “iDevice” é necessário também a instalação do aplicativo iTunes na máquina, afinal ele será o centralizador de tudo a partir de sua aquisição. E essa mesma maioria reclama do software justamente por já estar acostumado a usar algum outro player, e ao migrar de software encontra algumas dificuldades comuns a todos os usuários que efetuam uma troca do gênero.

Antes de qualquer explicação, vamos entender o conceito do iTunes. A maioria absoluta dos players no mercado (desde os tempos do winamp) organiza seus arquivos de acordo com o nome dado ao arquivo (Banda ABC – Música XYZ.mp3, por exemplo), mas o iTunes não leva em consideração o nome de seus arquivos. Para ele, o mais importante é o tagueamento ID3. Isso exige um maior grau de organização do usuário. Caso você esteja importando um CD, talvez você não tenha problemas com o ID3 das músicas, pois o iTunes atualiza automaticamente as informações baseadas no CDDB, mas se está organizando sua biblioteca antiga recentemente importada ao iTunes, pode sim, ter alguns problemas devido a ausência ou preenchimento incorreto dos ID3 das músicas.

Uma vírgula incorreta pode significar a separação de músicas do mesmo álbum em pastas diferentes. Por exemplo, imagine que você tenha diversos álbuns da banda AC/DC em sua biblioteca, mas alguns arquivos possuem o nome AC-DC (com hífen) e outro AC/DC (com barra). O iTunes organizará o conteúdo em pastas diferentes. Ou então quando você baixa arquivos de diferentes fontes. Supondo que baixou alguns álbuns da cantora Alanis Morissette e em algumas dessas fontes o nome dela veio como Alanis Morissete (Morissette com apenas 1T). Nesse caso você também terá pastas diferentes para a mesma cantora. Ao corrigir o ID3 das músicas, o iTunes automaticamente realocará os arquivos em suas pastas corretas.

Em tempo: O preenchimento correto do ID3 é fundamental não apenas para o iTunes. Uma vez efetuado o preenchimento, as informações se tornam um metadado universal de seu arquivo MP3. Em qualquer local ou dispositivo ele será reconhecido e lido da forma como originalmente foi escrito e você sempre terá uma biblioteca limpa e atualizada.

Felizmente essa edição pode ser feita no próprio software, selecionando a música, clicando com o botão direito e indo em Obter Informações (aba Informações). Os principais ítens a serem preenchidos são: Nome da Música, Artista e Álbum, os demais ítens são importantes quando a música faz parte de uma coletânea, por exemplo. Você pode organizar múltiplos arquivos de uma vez, para isso basta selecioná-los e efetuar o mesmo processo citado acima. A inclusão de uma capa também é bem simples (para um ou vários arquivos), bastando que você arraste o arquivo de imagem para o campo CAPA, caso tenha selecionado apenas uma música, haverá uma aba CAPA para ser escolhida. Eu particularmente prefiro editar diretamente no iTunes usando o método mencionado, mas há quem prefira outras alternativas. Como não utilizo nenhum software no Mac, então não tenho nenhum para recomendar, mas alguns amigos que utilizam Windows, recomendam um chamado ID3 TagIT.

Há também uma decisão importante ao organizar a sua biblioteca. Como você deseja organizar suas pastas de arquivos? (aquelas onde ficarão seus arquivos .MP3). Entrando no menu Preferências > Avançado você deve ver algumas opções como na imagem abaixo.

iTunes - Preferências de Organização de Arquivos

Há duas opções importantes a serem selecionadas. A primeira é se deseja “Manter a pasta iTunes Media organizada” e a segunda é se deseja “Copiar arquivos para a pasta iTunes Media ao adicioná-los à biblioteca“. RECOMENDO manter ambos selecionados. Dessa forma, sempre que você arrastar qualquer música (de qualquer origem) para a janela do iTunes, ele automaticamente fará uma cópia do arquivo para a pasta iTunes Media e organizará o mesmo de acordo com as indicações ID3 presentes no arquivo.

Com relação a organização da pasta iTunes Media pelo iTunes, essa é a estrutura de arquivos gerada por ele:

Estrutura de arquivos da pasta iTunes Media

Desde a versão 9 do iTunes as pastas dentro de iTunes Media são organizadas como na imagem acima. Veja no site da Apple mais algumas informações relevantes sobre a organização de arquivos da pasta iTunes Media.

Eu sou particularmente chato com relação aos meus ID3′s. Ainda não tenho todos os meus arquivos tagueados corretamente, mas a maioria deles estão como a representação abaixo. Tirei um print do mesmo arquivo selecionado tanto no iTunes, quanto na estrutura de pastas (que o próprio iTunes organizou). Clique nas imagens abaixo para ampliar.

Print - iTunes Library   Print - iTunes Library - Organização de Arquivos

Se você não tiver seus ID3 preenchidos em seus arquivos, trabalhar com o iTunes pode se tornar um verdadeiro caos. Originalmente o iTunes prioriza quem faz a compra de seus arquivos musicais através da iTunes Store (algo absolutamente normal quando 70% de todas as músicas compradas online no mundo, provém a partir de sua própria loja) ou então ripa seus próprios CD’s de música. Isso não significa que você não pode baixar seus MP3 “pirateados” de algum outro site, é que apenas através destas duas formas, seus ID3 estarão corretamente preenchidos. Ao baixar qualquer música da internet, você está a mercê de como o cara que criou estes arquivos preencheu os ID3 e dessa forma, você poderá ter N variações e preenchimentos incorretos, fazendo com que você tenha ao menos o trabalho de preencher o ID3 corretamente, caso queira visualizar sua biblioteca de forma organizada.

O iTunes é um software bem completo no que diz respeito a suas funcionalidades de player e organizador de arquivos. Observando a página de A a Z da Apple sobre o iTunes é difícil encontrar alguma funcionalidade que o aplicativo já não faça nativamente. De qualquer forma sempre vai existir algo que um determinado usuário precisa (e que pode não ser tão importante para outro usuário), mas que não está presente no aplicativo. Como a maioria absoluta dos aplicativos para Mac permitem o acréscimo de funções via AppleScripts, o iTunes não fica de fora dessa lista. Sendo assim, recomendo uma pesquisa no Doug’s AppleScripts for iTunes, onde é possível baixar uma série de extensões (até o momento, quase 500 funcionalidades extras) para o iTunes for Mac (se você for um usuário Windows, também há uma sessão específica com algumas funcionalidades extras, mas infelizmente não conheço quem já tenha usado alguma, se você já utilizou, deixe seu feedback nos comentários abaixo).

E se você continua com problemas para organizar seus arquivos, saiba que não é o único no mundo. Antes de “descer o malho” no software “por que ele não faz aquilo que EU gostaria da forma como EU gostaria“, tente entender o que pode estar sendo feito de errado ou então peça ajuda como foi feito aqui ou aqui, sempre haverá alguém disposto a ajudar (sinta-se a vontade com os comentários abaixo). :)

Veja o vídeo abaixo que demonstra na prática como eu organizo meus arquivos e como o iTunes me ajuda neste processo:

 

 

Visualizando seus arquivos no AppleTV…

Falamos de organização de arquivos, mas e a visualização de tudo isso no AppleTV, como fica? O vídeo apresentado abaixo é a continuação do exibido acima. Há uma explicação sucinta sobre o que é exatamente o AppleTV para quem não o conhece ainda, mas o destaque fica por conta da exibição da biblioteca de arquivos, cuja organização está diretamente ligada ao que falamos logo acima.

 

 

Enfim, a organização de seus arquivos é de importância vital para a correta visualização dos mesmos em seus diversos “iDevices”. Sem a correta organização dos ID3, não é apenas o que aparece no iTunes que ficará desorganizado, tudo o que for visualizado no iPod, no iPad, no iPhone e na AppleTV e que dependa de sua biblioteca do iTunes ficará também desorganizado. Usuários Windows podem até reclamar que o iTunes é lento em suas máquinas (no Windows, de fato ele é lento), mas em termos de organização de conteúdo, justamente devido ao conceito de ID3, ele é imbatível. Basta ser organizado.

Então mãos a obra. Está esperando o quê para começar a organizar decentemente seus ID3? ;)

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.