HTML5, a marca!

Em tempos de branding, todos querem ocupar seu local ao sol e por que seria diferente com a linguagem (de marcação, diga-se) HTML5?

Atualmente é o que mais se fala entre os desenvolvedores. Para alguns já se tornou realidade, para muitos ainda está em um processo embrionário e distante, mas tanto a Opera, a Mozilla, a Google, a Apple e a Microsoft concordam: HTML5 é o futuro!

Então, já que o assunto está em voga e é o futuro, por que não aproveitar o momento de divulgação da marca e melhorar ainda mais a comunicação de suas diretrizes? Foi daí que surgiu a idéia de se criar uma marca para a linguagem de marcação, HTML5.

Marca do HTML 5

Pelo estudo realizado pela Ocupop, o escritório responsável pela criação da marca, todos falavam sobre o HTML5 (W3C, jornalistas, desenvolvedores, designers, estudantes e toda a comunidade através de blogs e fóruns), mas em nenhum momento havia algo que facilitasse a identificação por parte dos usuários quando o assunto tratado era esse. Cada livro ou artigo criado ou cada reportagem falando sobre o assunto, sempre apresentava marcas, “loguinhos bonitinhos” e ícones e afins sem qualquer ligação entre uns e outros, todos eram “criados por criar”, para ter algo a ilustrar naquele momento.

Foi então que o escritório foi procurado pela W3C para a criação da marca que representasse a linguagem. Após diversos estudos, eles acabaram optando por uma forma onde há rígidos padrões geométricos, porém que podem ser facilmente adaptado as suas necessidades, além de ser estável e elegante (padronização W3C e código semântico, lhes dizem algo?).

O HTML5 possui em sua essência 8 classes diferentes que descrevem a sua utilização, com isso a Ocupop também criou sub-marcas (ao estilo de Badges, assim como o próprio logo) que representam essas classes: Semântica / Acesso a dispositivos / Offline e Armazenamento / Conectividade / Multimídia / 3D, Imagens e Efeitos / Performance e Integração / CSS3.

Em uma página criada exclusivamente para falar da marca, a Ocupop comenta mais a respeito do processo criativo, incluindo aí a definição de conceitos, utilização de cores na marca e as diferenças entre as classes acima mencionadas.

O W3C também está fazendo a divulgação da marca em um hotsite específico para isso. Nesse hotsite você poderá conhecer mais sobre esses conceitos, fazer o download da marca e criar a sua (incluindo as badges específicas de cada classe acima) para incluir em seus projetos.

Por fim, você também pode dar a sua contribuição comprando a camiseta com a nova marca HTML5. Os lucros obtidos com a venda de camisetas serão destinados a complementação dos testes que estão sendo efetuados em diversas plataformas e browsers para uso do HTML5.

PS: Não esqueça de utilizar a hashtag #html5logo ao divulgar ou falar sobre a marca no Twitter.

  1. Nenhum comentário ainda

  1. Nenhum trackback ainda.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.